Notícias Internacionais

O campus de uma Universidade Adventista no Estado americano do Tennessee foi encerrado durante mais de duas horas, depois dos responsáveis pela segurança do campus terem recebido uma “ameaça percebida” contra a Universidade, disse um porta-voz da Universidade.

O encerramento na Southern Adventist University em Collegedale começou às 12:10h e terminou às 14:21h, quando os responsáveis pelo campus anunciaram que a polícia de Collegedale tinha em custódia uma pessoa suspeita, disse Lucas Petterson, porta-voz da Universidade.

Patterson disse que um antigo aluno da Southern tinha estado no campus do Colégio Comunitário do estado de Chattanooga na manhã desse mesmo dia a queixar-se contra a Southern. “Foi uma ameaça percebida localizada contra o nosso campus”, disse Patterson. Os responsáveis do Colégio do Estado de Chattanooga contactaram os responsáveis pela segurança do Campus da Southern para os avisar da ameaça, disse ele.

Patterson disse que a polícia de Collegedale deteve uma pessoa suspeita numa YMCA (Associação de apoio a pessoas necessitadas) local. Essa pessoa foi levada em custódia, disse Patterson, mas não ficou preso. Patterson disse que o homem em questão não frequentava a Universidade Southern há vários anos.

Os alunos e o pessoal foram avisados para fecharem as suas portas e se afastarem das janelas, disse Patterson. As vizinhas escolas adventistas foram incluídas no encerramento, assim como a vizinha Livraria Adventista. Ninguém ficou ferido no incidente.

“Levamos muito a sério as ameaças, porque preferimos errar por excesso de precaução para proteger as pessoas”, disse Patterson. “Claro que foi incómodo, mas o incómodo é um preço pequeno a pagar pela proteção.”

O número de alunos da Southern é, aproximadamente, de 3300 – mais de 2500 dos quais vivem no ou à volta do campus. A escola está em funcionamento desde 1892, sendo então conhecida como Graysville Academy.

Veja a reportagem apresentada pela WRBCTV.com

ANN|ad7news