Notícias Internacionais

A Igreja Adventista do Sétimo Dia inaugurou uma Faculdade de Medicina no Peru, a primeira escola de medicina na região noroeste da América do sul. A cerimónia de inauguração realizou-se a 20 de setembro de 2012. Os líderes da Igreja disseram que a Faculdade de Medicina Humana na Unidade da União Peruana em Lima expande a capacidade da Igreja para desenvolver o ministério de cuidados de saúde no Peru e nos países circunvizinhos de língua espanhola, uma área onde existe uma grande procura de médicos adventistas.

“Uma Faculdade sempre foi uma necessidade no Peru, e hoje esse sonho tornou-se realidade, porque a Universidade do Peru o sonhou”, disse Erton Kohler, presidente da Divisão da América do Sul.

O curriculum da Faculdade será um programa pós-secundário de sete anos. As aulas começaram já no mês de setembro, com 80 anos. Os responsáveis pela Faculdade dizem que o programa continuará com cerca de 60 estudantes por ano.

Os líderes da Igreja dizem que a nova Faculdade de Medicina tem uma forte base adventista a explorar no Peru, um país com uma das maiores proporções de membros da Igreja Adventista. Mais de 410 000 membros da Igreja Adventista vivem no país, que tem uma população de cerca de 30 milhões. Aproximadamente 60 escolas secundárias matriculam anualmente cerca de 10 000 estudantes. Os dirigentes dizem que a nova escola de medicina também, atrairá estudantes de países vizinhos, incluindo a Bolívia, a Colômbia, o Equador e o Brasil.

A nova Faculdade de Medicina é a quinta Faculdade de Medicina da Igreja Adventista Mundial. A Igreja Adventista também opera Faculdades de Medicina de Montemorelos, México; Libertador San Martin, Argentina; Babcock, Nigéria e Loma Linda, estados Unidos. Uma sexta escola de medicina está a ser desenvolvida nas Filipinas.

ANN/RA