Notícias Internacionais

O presidente da Igreja Adventista do Sétimo Dia da América do Norte, Daniel R. Jackson, emitiu, em 8 de dezembro do corrente ano, o seguinte comunicado em resposta ao número crescente de protestos resultantes das decisões reveladas pelo Grande Júri sobre as mortes de Michael Brown em Ferguson, no Missouri, e Eric Garner em Nova Iorque.

 

“A Igreja Adventista do Sétimo Dia na América do Norte manifesta a sua profunda tristeza pela morte trágica de Eric Garner e a dor que a família e a comunidade sofrem pela sua perda. Apresentamos as nossas sinceras condolências e continuamos a orar pela sua família.

As decisões recentes do Grande Júri nos casos de Michael Brown, em Ferguson, e de Eric Garner, em Nova Iorque, provocaram grande comoção nos corações de muitos Americanos, que colocam em dúvida a equidade com a qual todos os filhos de Deus devem ser tratados. Um grande número de cidadãos, entre os quais pastores, professores e estudantes Adventistas do Sétimo Dia, participaram em manifestações pacíficas, apelando serenamente à igualdade e à mudança.

É tempo de a nossa sociedade se envolver numa discussão aberta, honesta, civil e produtiva sobre os direitos e a igualdade de cada membro da nossa comunidade. Oramos para que estas mortes trágicas possam levar a uma mudança e sensibilizar para a dor que muitos grupos étnicos enfrentam no país. Oramos para que a consciencialização social possa conduzir a um diálogo bilateral, traduzindo-se em cura.

Oramos para que aqueles que se encontram em ambos os lados deste diálogo tenham palavras de paz, amor e graça.

Oramos para que chegue o dia em que todos os filhos de Deus não se tratem com desconfiança, preconceito e ódio. O apóstolo Paulo lembra-nos: ‘Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus.’”

Ad7 News | EUD